O melhor lugar para você aprender Javascript.

Descubra como é simples dominar o desenvolvimento Full Stack.

Como utilizar o ES6 no Node Js, de forma simples, com o Sucrase.

Como utilizar o ES6 no Node Js, de forma simples, com o Sucrase.

Desde que foi lançado, o ES6 trouxe uma série de vantagens no desenvolvimento Javascript.

Hoje, vamos aprender como utilizar, de forma simples, todas as funcionalidades oferecidas pelo ES6, no Node Js.


Instalação do Sucrase

O sucrase é um transpiler de código, assim como o babel, mas que traz a vantagem de ter um setup extremamente simples e fácil de usar.

Você pode instalar o sucrase através do seguinte comando:

yarn add sucrase -D

Agora, precisamos criar um script que start o nosso servidor através do sucrase.

Para isso, adicione ao seu package.json o seguinte código:

"scripts": {
  "dev": "sucrase-node src/server.js"
}

Lembre-se que src/index.js deve ser o caminho do arquivo de entrada da sua aplicação.

Ao rodar o comando yarn dev, já é possível utilizar toda a sintaxe do ES6 com o Node JS.


Nodemon

O nodemon é uma dependência muito utilizada em ambientes de desenvolvimento com Node JS.

Para utilizar o sucrase junto ao nodemon, crie um arquivo, na raiz do seu projeto, chamado nodemon.json

Esse arquivo precisa conter o seguinte código:

{
  "execMap": {
    "js": "sucrase-node"
  }
}

Esse arquivo informará ao nodemon que, na hora da execução, ele deve utilizar o sucrase em vez de node.

Nesse momento, você pode já pode utilizar o nodemon normalmente.


Debugger

Podemos também utilizar o sucrase em conjunto do debugger do Visual Studio Code.

Para isso, deixe o lauch.json do seu projeto da seguinte maneira:

"configurations": [
  {
    "type": "node",
    "request": "attach",
    "name": "Launch Program",
    "protocol": "inspector"
  }
]

É necessário também criar um script que deve ser executado antes de iniciar o debugger.

Para isso, adicione o seguinte código, logo abaixo do script dev que criamos anteriormente.

"debug": "node --inspect-brk -r sucrase/register src/server.js"

Você deve rodar yarn debug, e, em seguida iniciar o debug do Visual Studio Code.


Testes

Os scripts de testes podem ser integrados ao sucrase de forma bem simples.

Jest

Para utilizar o jest com o sucrase, é necessário instalar o plugin @sucrase/jest-plugin.

Você pode instala-lo através do comando abaixo:

yarn add @sucrase/jest-plugin -D

No seu package.json, adicione também a seguinte configuração:

"jest": {
  "transform": {
    ".(js|jsx|ts|tsx)": "@sucrase/jest-plugin"
  },
  ...
}

Com isso feito, você pode rodar seu script de testes com o Jest normalmente.

Mocha

Para utilizar o sucrase com o mocha é ainda mais simples, basta passar a flag –require sucrase/register junto ao seu script de testes.

Ficaria mais ou menos assim:

mocha --require sucrase/register ./test/**/*.js

Concluindo

Como podemos ver, o sucrase é uma ferramenta extramamente fácil de configurar e pode ser integrada com as principais ferramentas que você utiliza no seu desenvolvimento com Node JS.

Forte Abraço,

Carlos Levir

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Sobre o Autor

Carlos Levir
Carlos Levir

Desenvolvedor fascinado por aprendizado e pelo ecossistema Javascript. Sempre em busca do próximo nível. Atualmente atua como Engenheiro de Software na Rocketseat.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *